Três Tipos de Caminho

Romanos 6:3-4

Ou vocês não sabem que todos nós, que fomos batizados em Cristo Jesus, fomos batizados em sua morte? Portanto, fomos sepultados com ele na morte por meio do batismo, a fim de que, assim como Cristo foi ressuscitado dos mortos mediante a glória do Pai, também nós vivamos uma vida nova.

Existem três caminhos que o cristão pode andar, esse é um deles:

No início da caminhada cristã parecemos imbatíveis, queremos mudar o mundo a nossa volta, porém não sabemos como, mas queremos. Isso infelizmente dura pouco tempo quando nos encontramos com pessoas que tem mais tempo de igreja, que já trabalharam em diversas funções e cargos na igreja ou até mesmo com pastores, mas por quê? Ao descermos às águas por meio do batismo, o fazemos porque estamos vivendo o primeiro amor, mas o que isso significa? Significa que uma pessoa batizada é tremendamente apaixonada por Jesus, sua vida não vale mais nada, tudo que ela construiu durante anos perdeu todo o sentido, ela deseja ser renovada, realizar boas mudanças, quer jogar no lixo o velho eu e trocar seu vestuário, mudar a alimentação, mudar sua forma de pensar. Para ela o lazer como ir aos shopping center, ir aos clubes, perderam todo sentido, o prazer é unicamente pregar o evangelho, falar da palavra de Deus como se não houvesse o amanhã, isso se chama renovação. Reforma de vida, se chama boom.

E agora, o que aconteceu? O inacreditável aconteceu. Quando a pessoa chega na igreja encontra uma realidade diferente daquela que aprendeu nos estudos bíblicos com base nos princípios de fé. Tudo começa por parte de alguns da liderança da própria igreja ao iniciar com a frase “não é bem assim”, então a maioria das coisas que a recém batizada começa a dizer é interpretado com tom de crítica, porém as verdadeiras intensões da recém batizada não é criticar mas, o que de verdade acontece, é que os veteranos da igreja se sentem censurados por não viverem aquela verdade bíblica que está sendo dita. O resultado disso tudo é que a recém batizada na sua caminhada com Cristo começa a se sentir constrangida por estar constrangindo pessoas mais antigas da igreja. Essa pessoa que iniciou a caminhada cristã preferiu mudar a forma de ver o mundo dentro de uma igreja, ela percebeu que nem todos estão no mesmo ritmo que ela, e depois de ouvir tantas pessoas com a voz calma e serena falar aos seus ouvidos que a forma dela se comportar deveria ser diferente, ela comprou a ideia de que o trabalho de evangelismo precisaria ser feito com as pessoas de fora da igreja e não com as pessoas de dentro, e comprar um desafio como esse seria antecipar perseguição contra ela, e divisão na igreja. Então ela se adaptou à realidade da igreja local, mas isso se tornou uma armadilha, porque ela se acomodou, e a motivação de pregar o evangelho diminuiu. Ela não vai mais aos clubes e shopping centers da vida, mas ela também não sai para pregar o evangelho como era antes, as batalhas da vida como fazer faculdade, trabalhar e cuidar dos filhos e da família se tornaram o maior foco. As prioridades mudaram por causa dos espinhos que apareceram no meio do caminho.

Marcos 4:18-19

“Outras ainda, como a semente lançada entre espinhos, ouvem a palavra; mas, quando chegam as preocupações desta vida, o engano das riquezas e os anseios por outras coisas sufocam a palavra, tornando-a infrutífera.”

A segunda caminhada é parecida com a primeira. A pessoa que está nesse caminho entende que existe algo errado na igreja. Suas colocações são entendidas como críticas, porém ela não se desanima pelo pensamento de estar constrangido os irmãos pela verdade que ela tem buscado com tanto zelo. Com o passar do tempo vem as provas. Essa pessoa que se batizou a pouco tempo é considerada pela maioria como radical. Ela não é chamada para pregar no púlpito da igreja, quando o grupo de irmãos na igreja organizam uma confraternização de natal e ano novo ela não é convidada. A pessoa batizada não consegue lidar com o sentimento de rejeição e seu coração começa a endurecer com o passar dos anos e o que antes era uma benção se transformou em ódio e raiva, falta de tolerância nas palavras, desconfiança na denominação. Ela começa a estudar a bíblia mais do que os outros para ser uma formadora de opinião. Com passar do tempo, no entanto, os lideres da igreja não conseguem ter poder de argumento contra ela e o efeito é negativo para todos os lados. É ruim para quem se batizou na igreja porque ela endureceu seu coração por causa da falta de amabilidade dos veteranos; é ruim para os membros mais fracos na igreja porque alguns darão ouvidos a essa pessoa que levantou dúvidas sobre a fé cristã e é ruim para a liderança porque sempre vai achar que quando as pessoas que não respeitam a liderança nunca deveriam ser batizadas.

Marcos 4:15-17

“Algumas pessoas são como a semente à beira do caminho, onde a palavra é semeada. Logo que a ouvem, Satanás vem e retira a palavra nelas semeada. Outras, como a semente lançada em terreno pedregoso, ouvem a palavra e logo a recebem com alegria. Todavia, visto que não têm raiz em si mesmas, permanecem por pouco tempo. Quando surge alguma tribulação ou perseguição por causa da palavra, logo a abandonam.”

A terceira caminhada cristã é bem diferente de todas as outras. A pessoa que está nesse caminho entende que existe algo errado, e ao invés de achar que esse algo é a igreja, ela tenta sondar qual a raiz do problema e entende que todos estão travando uma batalha. Ela entende também as limitações dos veteranos da igreja e reconhece as suas próprias limitações em não estar preparada para lidar com a falta de amabilidade de alguns veteranos e sua falta de zelo. Em relação ao que havia mencionado antes, esse “algo errado” é um processo de reflexão e, no final, ela entende que não pode fazer nada pela igreja, que ela é incapaz de mudar muitas coisas, porém ela não desiste de conquista-los para Jesus. Aos veteranos que já tiveram o primeiro amor, ela os observa melhor, com calma e analisa que cada uma de suas interferências resultará em consequências que refletirão um todo de causa e consequência.

Com a aceitação do que está ou não sob nosso controle e com um olhar mais observador, passamos a enxergar os vários lados da situação, as diversas possibilidades e motivos. Isso faz com que tenhamos um novo olhar sobre aquele aspecto. Esse novo olhar nos ajuda a perdoar e deixar para lá coisas que podem estar atrapalhando nossa conexão com Deus. O maior benefício disso é que somente com um olhar mais abrangente e mais libertador nos damos a chance de descobrir a mudança que podemos ser na vida de outras pessoas.

Como consequência de todos os outros ganhos, temos por fim, a assertividade, ou seja, resplandecer o reflexo de Jesus. Quando reduzimos a tensão, vemos novas possibilidades, perdoamos e respeitamos, nos colocamos no lugar de outra pessoa, isso se chama inteligência emocional, e com isso atuar no mundo não da maneira que acreditamos ser a melhor para nossa evolução e sim da forma que Jesus deseja que façamos, isso se dá o nome de banda larga de alta velocidade e conectividade com Jesus. E com isso se faz menos esforço para analisar o que nos serve e como agir, porque estamos mais conectados com a vontade de Deus.

Nessa terceira caminhada esse irmão batizado terá uma caminhada mais dura e difícil, porém os desafios se tornarão prazerosos ao invés de penosos, nunca desistirá de falar a verdade se alguns não se agradarem e sempre será dita com amor. Mesmo que seja perseguida, ela perdoará e amará a quem as perseguem.

Marcos 4:20

“Outras pessoas são como a semente lançada em boa terra: ouvem a palavra, aceitam-na e dão uma colheita de trinta, sessenta e até cem por um”

Há algum tempo fui contratado por uma empresa chamada Queiroz Galvão. Nesse momento eu estava no período de experiência que geralmente dura uns 4 meses. Nunca escondi que eu era adventista e que aos sábados eu ia para a igreja. Numa conversa com meu gestor eu lhe disse que se me colocasse para trabalhar no sábado eu não poderia comparecer, ele me falou, porém, que a empresa não para, todos os dias são dias úteis de trabalho e precisaríamos estar sempre disponíveis, e se alguém ficar sem trabalhar no dia em que for convocado, será como praticar injustiça contra os colegas de trabalho. No entanto, eu falei para ele que se por acaso a empresa me colocasse para trabalhar no sábado eu iria precisa da ajuda do meu chefe, porém ele disse que se esse dia chegasse eu estaria sozinho. Eu sabia que a semente havia sido plantada; meu chefe sabia que eu era guardador do sábado, ficou sabendo ainda que existem outros guardadores do sábado, não tinha conhecimento a respeito do sétimo dia do Senhor Deus e somente ficou sabendo porque eu tinha dito para ele.

Fui informado que na segunda-feira chegariam 15 computadores completos com monitores, estabilizadores e o desktop, porém os desktops chegariam todos desmontados, e deveriam estar prontos na segunda-feira seguinte, ou seja, se chegassem na sexta-feira dessa mesma semana eu precisaria trabalhar no sábado para estar pronto na segunda-feira, e no domingo a empresa não iria abrir. Então me vi praticamente sem escolha, e se passaram terça-feira, quarta-feira, quinta-feira, e todos os computadores  chegaram às 9 horas da manhã de sexta-feira, então eu falei para meu chefe: “João, eu preciso somente de uma sala fechada para deixar tudo pronto antes das 17:30 de hoje”; e ele disse com essas palavras: “Nós temos um colaborador chamado Paulo, ele tem mais de 17 anos de experiência, e consegue terminar 4 computadores por dia, como você irá conseguir terminar 15 computadores em menos de 5 horas de trabalho?” Eu propus o seguinte desafio para ele: “se eu conseguir terminar todas as maquinas, sábado eu não vou trabalhar?”. O Espírito Santo tocou no coração dele e ele aceitou, mas todos os meus colegas de trabalho queriam que eu fosse trabalhar mesmo que eu terminasse todas as máquinas, mas eles estavam certos que eu não iria conseguir.

Então o meu chefe conseguiu uma sala para mim, e comecei a montar todas as maquinas. Além de montá-las, elas precisariam estar com o sistema operacional Windows instalado com configurações específicas para cada setor como contas a pagar, contas a receber, financeiro e etc. O final é esse que vocês conseguiram imaginar, eu consegui graças ao poder de Deus terminar as 15 maquinas antes do por do sol. E ele chamou todos da equipe e falou que desde aquele dia em diante eu não iria trabalhar mais no sábado.

Poderia ter simplesmente desistido do meu chefe, ele viu que eu não era uma pessoa comum, nunca exigi nada dele, da mesma forma que você não deve exigir dos membros da igreja que eles precisam melhorar na sua vida espiritual, paciência é algo que se precisa exercitar, não podemos nos desanimar se todos estão torcendo para que você dê errado. Em muitos momentos você sentirá que está sozinho, eu sei que você não quer deixar os entes queridos de sua família desapontados com sua boa postura cristã, vai ser constrangedor para você, talvez para eles também. Mas faça com amor, não tente se sentir no controle, pois quem está no controle é Jesus e não você. Muitas vezes colocarão você como estando errado, algumas vezes você achará que está errado, pois esse é o papel do inimigo tentar te confundir. Mas a semente foi plantada, não tem com o quê se preocupar. Ele conhece o seus anseios, ele também conhece suas lutas internas, e você tem que ter sempre uma coisa em mente, você não está sozinho, e no final quando você estiver com seu mestre Jesus muitas coisas serão explicadas, o mais importante é não desanimar e persistir, perseverar, continuar com o boom que você iniciou quando foi batizado.  

Obs.: Os nomes mencionados no texto são fictícios para resguardar a identidade dos envolvidos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: